outubro 14

Sobre Deus

0
0

Há milênios Deus é figura presente na história da humanidade. Várias definições acerca daquele que, segundo algumas crenças é onipotente, onipresente e onisciente, já foram construídas. A ideia de Deus permeia a história humana há milênios; culturas politeístas e monoteístas construíram ao longo do tempo imagens e conceitos de quem ou o que é Deus. Para alguns povos, um Ser supremo, um Pai benevolente; para outros, O Grande Arquiteto; para outros, ainda, uma força que está presente em todo o Universo. Cada povo possui uma visão particular sobre Deus, construída de acordo com o seu contexto histórico e nível de conhecimento.

A seguir, trazemos definições de crianças de 09 (nove) religiões diferentes sobre Deus; não só conceitos aparecem aqui de forma extremamente simplificada e inocente, como também a maneira como essas crianças encaram Aquele a quem parece ser tão difícil explicar ou definir:

“Não tem um Deus físico. Deus é tudo e tudo é Deus. Ele é feito de luz. O arco-íris, no budismo, representa uma pessoa com coração iluminado” (Ariom Scheffler, 11, budista).

“Oxum é a santa que me protege. Ela tá no mato, para curtir a vida. Uma professora uma vez contou que um lobo ia na porta da criança que não é batizada [como cristã]. Fiquei com medo, chorando” (Manuella Araújo da Costa, 10, candomblé).

“Para nós não tem inferno, só céu. Assim: vamos fingir que você está no teatro. Se foi uma muito boa pessoa, ficaria na frente, mais perto de Deus. Se foi uma ruim pessoa, ficaria lá atrás” (Luke Saul Jospa, 9, judaísmo).

“Sonhei que Jah estava no deserto e fazia todas as pessoas ficarem felizes. Ele é o meu coração e fica batendo em todos os momentos. Peço a Jah que o mundo fique bem limpinho” (Núbia Selassie Cestari Granello, 6, rastafári).

“Deus é tudo para mim. Peço para Ele deixar chover, mas algumas vezes não penso na água. Penso em jogar Nintendo DS” (Mohamed Hussein Abid Ali, 8, muçulmano).

“Deus nos ama e nos ilumina. Ele me ajuda quando alguém briga comigo. Teve uma confusão na escola, e a professora disse que eu participei, mas só estava lá comendo meu lanche” (Pietra Hanna Castanho, 10, evangélica).

“Desenhei o mestre Gabriel, o nosso guia. É muito legal beber [ayahuasca]. Tem gente que vomita, mas eu não sinto medo, sinto amor. E vontade de rir muito! Já vi árvores falando comigo” (Darah Cally Patrício, 8, União do Vegetal (dissidência do Santo Daime)).

“No antigo tempo, não cortavam cabelo, então Deus tem o cabelo longo. Hoje Ele tá no meio do coração de todo mundo. Eu rezo para Ele deixar a gente ficar com o recreio um pouquinho maior” (Beatriz Dias Samuel, 8, católica).

“Deus criou a borboleta. Ela é bonita e feliz. Começa como se fosse um bicho horroroso, gosmento, e vira uma borboleta linda. É como o espírito que reencarna: você vai crescendo e evoluindo” (Clara Veiga Carvalho, 10, espírita).

Núrya Ramos

Fonte: http://www.mensagemespirita.com.br/mensagem-em-video/665/criancas-de-9-religioes-diferentes-desenham-seu-jeito-de-encarar-deus?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+MensagemEsprita+%28Mensagem+Esp%C3%ADrita%29

-60


Tags:, , ,
Copyright © 2014. All rights reserved.

Posted 14/10/2015 by Núrya Ramos in category "Ponto de Vista

About the Author

Núrya Ramos é graduada em Serviço Social, pós-graduada em Políticas Públicas e Intervenção Social e atualmente é pós-graduanda em Gestão e Elaboração de Projetos Sociais. Atuou como tutora presencial na Universidade Anhanguera – UNIDERP (2012-2015) e como professora universitária no CEFELMA – Centro de Formação Educacional do Leste Maranhense (2012-2014). Apaixonada por literatura, música, cinema, culinária, mitologia, séries, futebol, fotografia, artes em geral e animais, também é poetisa amadora e flamenguista de carteirinha. Sonha em ser arqueóloga e percorrer o mundo desvendando os mistérios da nossa história.

Deixe uma resposta