setembro 17

O que Serviço Social quer dizer

0
0

Neste artigo publicado em 2011, o autor Vicente de Paula Faleiros analisa os discursos existentes acerca do Serviço Social e compara as diversas concepções que já definiram esta profissão ao longo de sua história. Retomando olhares de diversos autores sobre este tema, Faleiros menciona ainda eventos e documentos (como as encíclicas Rerum Novarum e Quadragesimmo Ano) importantes na construção do discurso sobre o que é Serviço Social. Leitura pertinente e relevante aos profissionais e acadêmicos da área, este artigo colabora para desconstruir conceitos superficiais e banais sobre a profissão.

Segue artigo em pdf:

O que Serviço Social quer dizer

Núrya Ramos

 

Fonte:

FALEIROS, Vicente de Paula. O que Serviço Social quer dizer. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 108, p. 748-761, out./dez. 2011.

-115

setembro 11

Reza Vela

0
0

 

Larara….
A chama da vela que reza
Direto com santo conversa
Ele te ajuda te escuta
Num canto coladas no chão as sombras mexem
Pedidos e preces viram cera quente
Pedidos e preces viram cera quente

A fé no sufoco da vela abençoada no dia dormido
O fogo já não existe ali saíram do abrigo
São quase nada
A molecada corre e corre e ninguém tá triste
A molecada corre e corre e ninguém tá

Se tudo move se o predio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
A cera foi tarrada
Não se admire

Se tudo move se o prédio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
an an an a tua avenida,
an an an
A cera foi tarrada
Não se admire

Tá no céu não espere o tiro apenas mire
A cera foi tarrada
Não se admire
tá no céu balão de bucha não espere o tiro apenas mire

(2x)
Depois da benção o peito amassado
É hora do cerol é hora do traçado
Quem não cobre fica no samba atravessado
Sobe balão no céu rezado

A chama da vela que reza
Direto com santo conversa
Ele te ajuda te escuta
Num canto coladas no chão as sombras mexem
Viram cera quente
Viram cera

A fé no sufoco da vela abençoada no dia dormido
O fogo já não existe ali saíram do abrigo
São quase nada
A molecada corre e corre e ninguém tá triste
A molecada corre e corre e ninguém tá triste
A molecada corre ninguém tá
A molecada corre ninguém tá

Se tudo move se o prédio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
A cera foi tarrada
Não se admire

Se tudo move se o prédio é santo
Se é pobre mais pobre fica
Vira bucha de balão ao som de funk
E apertada tua avenida
An An An a tua avenida
An An An
A cera foi tarrada
Nao se admire

Ta no céu o balão de bucha não espere o tiro apenas mire
A cera foi tarrada não se admire
Ta no céu balão de bucha não espere o tiro apenas mire

sobe balão no céu rezado..larara
Sobe balão sobe balão sobe balão)

– O Rappa –

-111

Category: Música | LEAVE A COMMENT