julho 9

Nova espécie de dinossauro é descoberta no Canadá

0
0

Em artigo publicado na revista científica Plos One, nesta quarta-feira, dia 08 de julho, um grupo de pesquisadores canadenses anuncia a descoberta de uma nova espécie de dinossauro. Batizado de Wendiceratops pinhornensis – em homenagem à pesquisadora Wendy Sloboda, caçadora de fósseis de Alberta e responsável pela descoberta do sítio onde foram achados vários dinossauros, incluindo este – o animal “viveu há 79 milhões de anos e é um dos mais antigos membros conhecidos da família de grandes dinossauros com chifres que inclui o conhecido Triceratops” (Estadão), um dos últimos gêneros conhecidos de dinossauros não-aviários, extinto há 66 milhões de anos. Estima-se que o Wendiceratops “tinha cerca de seis metros de comprimento e pesava uma tonelada” (Estadão), o que equivale ao peso de um hipopótamo.

A descrição foi feita a partir de mais de 200 fósseis “encontrados na Formação Oldman, no sul de Alberta, Canadá” (Estadão). “Descobrimos partes do corpo, das patas e dos pés. Temos grandes partes do crânio, o que nos permitiu obter uma boa descrição desta nova espécie de dinossauro”, afirmou Michael Ryan, do Museu de História Natural de Cleveland (Diário de Pernambuco). Segundo os cientistas, “o animal era herbívoro e possuía uma espécie de bico semelhante ao dos papagaios” (Estadão), provavelmente utilizado para cortar ervas que estivessem próximas ao chão.

wendiceratops 2

“A cabeça do Wendiceratops era cheia de adornos, incluindo uma série de chifres retorcidos” (Estadão) e uma estrutura em forma de “babado” (envolvida também por vários chifres) que se projetava para trás da cabeça formando algo como um escudo. De acordo com David Evans, curador de paleontologia do Museu Real de Ontário, o novo dinossauro também tinha um grande chifre vertical no nariz e provavelmente possuía chifres sobre os olhos, o que o torna “um dos mais impactantes dinossauros de chifres já encontrados” (Estadão).

De acordo com Wendy Sloboda, “os fósseis do Wendiceratops foram encontrados em setembro do ano passado, quando a equipe de Evans fazia prospecções no sítio descoberto por ela” (Estadão) em 2010. Ainda segundo a pesquisadora, o que há de mais interessante na nova espécie são os chifres que formam estruturas em forma de “babados”, que podem ser descritos, segundo ela mesma, como chifres ornamentais.

De acordo com Evans, o novo animal “ajuda a entender os primeiros estágios da evolução da ornamentação do crânio desse grupo de dinossauros com chifres” (Estadão). Para os amantes da Paleontologia e áreas afins esta é mais uma grande oportunidade de entender mais sobre os gigantes que habitaram a Terra há milhões de anos atrás; e para o ‘meninos grandes’ é tempo de esperar ansiosamente por mais uma réplica em miniatura para compor a coleção.

Núrya Ramos

 

Fontes:

http://ciencia.estadao.com.br/noticias/geraldescoberto-no-canada-novo-dinossauro-com-chifres-ornamentais-e-bico1721821

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2015/07/08/internas_cienciaesaude,585469/familia-dos-triceratopos-aumenta-com-novo-dinossauro-descoberto-no-canada.shtml

https://pt.wikipedia.org/wiki/Tricer%C3%A1topo

-102


Tags:, , , ,
Copyright © 2014. All rights reserved.

Posted 09/07/2015 by Núrya Ramos in category "História

About the Author

Núrya Ramos é graduada em Serviço Social, pós-graduada em Políticas Públicas e Intervenção Social e atualmente é pós-graduanda em Gestão e Elaboração de Projetos Sociais. Atuou como tutora presencial na Universidade Anhanguera – UNIDERP (2012-2015) e como professora universitária no CEFELMA – Centro de Formação Educacional do Leste Maranhense (2012-2014). Apaixonada por literatura, música, cinema, culinária, mitologia, séries, futebol, fotografia, artes em geral e animais, também é poetisa amadora e flamenguista de carteirinha. Sonha em ser arqueóloga e percorrer o mundo desvendando os mistérios da nossa história.

Deixe uma resposta