março 5

Equipe encontra localidades perdidas em Honduras

0
0

Segundo o Instituto de História e Antropologia de Honduras (Ihah), uma equipe de arqueólogos descobriu duas localidades perdidas na região da Mosquitia – uma selva quase inexplorada localizada em Honduras. A descoberta é resultado da busca secular e incessante de várias equipes pela chamada “Cidade Branca” – batizada com este nome por ter sido construída em pedra branca, onde “foram erguidas por uma civilização perdida figuras de animais e homens em escala natural, segundo referências da etnia local Pech, que vive há séculos na região” (Reuters). A cidade teria sido o refúgio dos indígenas hondurenhos durante a invasão da América do Sul (sec. XVI) por conquistadores espanhóis (Euronews). “Reza a lenda que, por entre a folhagem tropical da floresta da região da Mosquitia, emergiam as muralhas brancas da cidade perdida, um lugar místico onde os indígenas se haviam outrora refugiado (…) e de onde ninguém alguma vez regressara” (Euronews).

honduras 1

De acordo com a equipe “trata-se de uma civilização que existiu entre 1.000 e 1.200 d.C.” (Reuters), já que a região da Mosquitia possui em seu seio vestígios de várias cidades perdidas. “Foram encontradas até agora 52 peças. Algumas delas são uma espécie de rosto de pedra com características de homem e jaguar. Foram achados também uma pirâmide de tijolos de barro e vários montes que parecem ser moradias. A maioria das peças estava enterrada” (Reuters) na região onde acredita-se que localizava-se a Cidade Branca.

“Não se sabe se é a Cidade Branca. O que sabemos é que se trata de cidades que foram bastante povoadas e que seus habitantes possuíam conhecimentos de construção e escultura avançados para sua época” disse o arqueólogo Virgílio Paredes à Reuters. Pesquisas arqueológicas serão feitas para descobrir com precisão o que foi encontrado. O Governo está elaborando uma estratégia para dar impulso aos trabalhos na zona (Reuters Brasil). Os vestígios foram detectados inicialmente em 2012, mediante um rastreamento da região feito “através da tecnologia Light Detection and Ranging, que permite a localização de vestígios arqueológicos com um laser” (Euronews). Em Honduras existem grandes sítios arqueológicos maias, como o Copán, mas na parte ocidental, no outro extremo da Mosquitia.

Núrya Ramos

 

Fontes:

http://pt.euronews.com/2015/03/05/missao-da-national-geographic-descobre-a-mistica-cidade-branca-da-floresta-/

http://br.reuters.com/article/entertainmentNews/idBRKBN0M11HN20150305

-71


Tags:, ,
Copyright © 2014. All rights reserved.

Posted 05/03/2015 by Núrya Ramos in category "Arqueologia

About the Author

Núrya Ramos é graduada em Serviço Social, pós-graduada em Políticas Públicas e Intervenção Social e atualmente é pós-graduanda em Gestão e Elaboração de Projetos Sociais. Atuou como tutora presencial na Universidade Anhanguera – UNIDERP (2012-2015) e como professora universitária no CEFELMA – Centro de Formação Educacional do Leste Maranhense (2012-2014). Apaixonada por literatura, música, cinema, culinária, mitologia, séries, futebol, fotografia, artes em geral e animais, também é poetisa amadora e flamenguista de carteirinha. Sonha em ser arqueóloga e percorrer o mundo desvendando os mistérios da nossa história.

Deixe uma resposta